Voltar

O ESTADO

Melhorar o desempenho do Estado enquanto promotor e dinamizador da criação de riqueza para a sociedade

A prosperidade de Portugal depende da capacidade que o Estado tem de atuar enquanto facilitador e acelerador do desenvolvimento económico e social.

Os diversos rankings internacionais, seja do World Economic Forum ou do World Bank, traçam um retrato do país pouco competitivo face aos seus parceiros europeus e demonstram que ao longo dos últimos anos tem sido incapaz de melhorar, criando a urgência por políticas públicas capazes de devolver a confiança aos cidadãos, às empresas e aos investidores portugueses e internacionais.

Necessitamos de um Estado que impulsione a iniciativa dos cidadãos e das empresas, a concorrência, a produtividade, as oportunidades, os salários, a inovação, a melhoria da qualidade de vida, e promova uma sociedade mais justa.

Ambicionamos um Estado eficaz e simples, que combata a burocracia e a complexidade desnecessária, simplifique processos e assegure a sua transparência, garanta um ambiente concorrencial dinâmico e um sistema judicial justo, célere e eficiente, e um sistema fiscal estável, rápido e simples na relação com os cidadãos e empresas.

É sobre estas temáticas que se desenvolve o Grupo de Trabalho do Estado.

Líder do Grupo de Trabalho ESTADO

Nuno Amado
Vogal da Direção da Associação BRP
Presidente do Millennium BCP